Dê um cheque mate na crise

Algumas estratégias de marketing digital podem ajudar a alavancar as vendas, não apenas para quem trabalha com e-commerce, mas também para lojas físicas. Hoje em dia, estar presente na internet é fundamental: é a maneira mais barata de fazer novos clientes conhecerem o seu negócio e chegar até você. Por isso, separamos algumas dicas para aumentar as suas vendas, tanto em e-commerce quanto em lojas físicas.

 

1 – Apareça

 

Essa é para quem ainda não trabalha com e-commerce. Fora da internet, você faz de tudo para que as pessoas conheçam a sua loja: uma placa indicando o nome e o tipo de serviço ou produtos vendidos, uma vitrine chamativa, campanhas de publicidade, promoções… Da mesma forma, você deve aparecer na internet. Esteja nas redes sociais. Tenha um site com as informações completas do seu negócio: endereço, contatos, mapa, fotos, portfólio de produtos e serviços oferecidos. Uma boa ferramenta para isso é o Google Meu Negócio.

 

2 – A primeira impressão

 

Não economize em webdesign e programação: tenha um site bonito, funcional, seguro e profissional. Isso passa confiança aos possíveis clientes, tanto no e-commerce quanto em lojas físicas. Invista em fotos, vídeos e conteúdos de qualidade que mostrem para os visitantes o diferencial de seu negócio frente aos concorrentes. Faça com que ele se sinta à vontade navegando em seu site.

 

3 – SEO

 

Como já abordamos neste blog, o SEO é uma das bases do marketing digital. É essencial utilizar as estratégias de palavras-chave e público-alvo para atrair novos visitantes através das ferramentas de busca.

 

4 – Seja responsivo

 

Uma pesquisa da consultoria eMarketer constatou que em 2017, as vendas do e-commerce(boas dicas para e-commerce você encontra aqui) via dispositivos móveis (tablets e smartphones) somaram US$ 1,357 trilhão, representando uma fatia de 58.9% do comércio eletrônico. Claro que a maior parte dessas vendas foram nos países orientais, mas a tendência já está chegando por estes lados. Só esse resultado já é um argumento forte para você investir em um site responsivo e estratégias direcionadas para os usuários mobile.

 

5 – Invista

 

Da mesma forma que você gastaria para fazer uma panfletagem, divulgar seu negócio num outdoor, você também pode investir em campanhas online. E há uma vantagem nisso: costumam ser mais baratas em relação às campanhas tradicionais e o resultado é muito mais mensurável. Com uma boa estratégia de AdWords e links patrocinados e as ferramentas que os principais serviços fornecem, você consegue medir exatamente quantas pessoas acessaram seu site, quantas dessas entraram em contato e quantas efetuaram a compra.

 

6 – Escolha as palavras certas

 

Dentro da estratégia de AdWords, uma grande sacada está em comprar também as palavras mais específicas, menos usadas, que são justamente as mais baratas. Impulsione isso com uma estratégia de SEO com essas mesmas palavras-chave. Por exemplo: em vez de fazer uma campanha em torno da palavra “smartphone” ou “celular”, busque especificar melhor o modelo, o fabricante etc. Tente pensar como os clientes chegariam até você nas ferramentas de busca. O Google Trends é uma ótima ferramenta para você comparar a popularidade das palavras-chave ao longo do tempo.

 

7 – Landing pages

 

Ali as estratégias de SEO e links patrocinados com as landing pages, ou páginas de conversão. Essas páginas são mais simples e funcionam “independentes” do site. Elas têm o objetivo de levar o usuário a alguma ação (se cadastrar para receber newsletters, baixar um material exclusivo). Em troca, você recebe informações mais completas dele: nome, idade, cidade, profissão. Assim você consegue estabelecer um contato mais personalizado, tornando mais alta a possibilidade de convertê-lo em cliente.

 

8 – Promoções

 

Essa é uma estratégia que sempre funcionou: as pessoas são atraídas por preços baixos. Procure sempre fazer promoções sazonais, mas também tente surpreender. Uma sacada criativa pode pegar os concorrentes desprevenidos. Para quem tem negócio físico, ofereça cupons de descontos para quem visita o site, por exemplo. Lembre-se sempre que as promoções servem mais como uma ferramenta de marketing do que de lucro: fazem com que a sua marca seja mais conhecida pelos clientes. Um exemplo é a agora popular no Brasil “Black Friday”, data de maior movimento no comércio eletrônico, mas que não traz tanto faturamento aos empresários.

 

9 – Interaja

 

Tenha sempre um canal de comunicação rápido e acessível. Não deixe seu cliente esperando horas ou dias por uma resposta. Se preciso, invista em ferramentas de automação, como chatbots. Crie uma página onde o usuário pode tirar dúvidas. Não o deixe sem respostas, isso é essencial para converter um visitante curioso em um cliente de fato.

 

10 – A voz do povo

 

Seja seguro de si e de seu negócio e permita que os clientes comentem sobre e o avaliem. Hoje em dia a lógica das redes sociais possibilita um “boca-a-boca” virtual que pode ser essencial para um negócio manter sua reputação online: os usuários consultam e confiam na opinião de outros usuários. Não tenha medo de sofrer críticas e melhorar a partir delas.

 

11 – Facilite a vida

 

Torne o ato de comprar o mais fácil possível: ofereça opções de salvar dados do cartão, compra com um clique, opções variadas de pagamento, opções variadas de entrega, mantenha os clientes informados sobre o transporte da mercadoria, tenha as informações completas sobre o produto e a disponibilidade. Seja atencioso e eficiente na resolução de problemas.

 

12 – Busque conhecimento

 

O mercado digital não chega a ser uma novidade, mas sempre está suscetível a mudanças. Procure sempre se atualizar das novidades e invista em melhorias para atender melhor seus clientes.

Precisa de especialistas em criação de site?

Então está no lugar certo, conte com a Agência de Criação de Sites em Campinas Criosites

 

Fonte: https://www.hostinger.com.br/tutoriais/dicas-para-e-commerce/

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *